Natalidade: Saiba o que vai mudar nas baixas mèdicas
January 31, 2020
Bronquiolite Aguda: Causa, Sintomas, Tratamento e Prevenção
February 7, 2020

Os primeiros dias do bebè em casa – Banho, Saìdas e Visitas

Após o nascimento de um filho, o regresso a casa, com a nova rotina associada, constituiu um dos momentos mais desafiantes para a família. Este é, por excelência, o período em que surgem mais dúvidas e inseguranças nos cuidados ao recém-nascido e muitas vezes pairam as frases “será assim? é normal?”.

O Banho

O banho pode ser também um momento de ansiedade e um verdadeiro desafio para os pais. Para além de uma etapa da higiene, deve ser também um momento de relaxamento.

• O banho deve ser diário?
A pele do recém-nascido é um órgão imaturo, muito importante na estabilidade da temperatura e na defesa de infeções. Assim, o banho não deve ser diário, sendo suficiente um banho duas a três vezes por semana. Este deve ser rápido (máximo cinco minutos), com pequena quantidade de água (um palmo) que deverá estar a uma temperatura de 36-37ºC (controlada com termómetro, preferencialmente).

• O que deve conter
O banho deve ser apenas com água ou sabão/gel com pH neutro e sem fragâncias. Não se deve esfregar a pele para não agredir e não devem ser usadas esponjas, que são fonte de bactérias e infeções. Após o banho, deve secar-se suavemente a pele com a toalha, sem esfregar, e secar bem o coto umbilical, mantendo-o arejado e acima da fralda. Habitualmente não é necessário aplicar qualquer tipo de produto nomeadamente cremes hidratantes ou outras loções, a não ser que tenha indicação médica para o fazer.

Saídas e passeios

Nos primeiros dias de vida, e até estabelecida da rotina do bebé e da família, este deverá permanecer em casa, saindo apenas para o “teste do pezinho” e consultas. Posteriormente, e mesmo antes das vacinas dos dois meses, aconselha-se a ir apenas a locais arejados e com pouca gente como a rua perto de casa ou ao jardim, assegurando que o bebe está bem protegido e agasalhado. Assim, deverão evitar-se locais com muita gente como centros comerciais, transportes públicos, restaurantes, creches dos irmãos/festas infantis, pela elevada concentração de vírus e bactérias e risco de infeção.

Visitas

As visitas ao recém-nascido devem ser bem ponderadas pelos pais, quer pelo risco de infeção como também pelo risco de interferir na rotina do bebé e da família. As visitas devem ser restritas a um número reduzido de pessoas (não doentes!) e de breve duração. Todos deverão fazer uma boa lavagem das mãos e não devem beijar, soprar ou respirar junto ao bebé.

Para saber mais sobre os primeiros dias do bebé em casa, consulte também Os primeiros dias do bebé em casa - Alimentação e Choro.

Cumprimentos,

Dra BabyLoop.

Para esta e outras dicas, acompanhe as redes da BabyLoop.