Doutora Marta Mesquita
Treino do Bacio
July 8, 2020
Criança
Substâncias preocupantes encontradas em protectores solares para crianças
July 13, 2020

Como mudar a fralda do bebé?

 
Mudar a fralda do bebé pode ser uma tarefa simples para a maioria dos pais que acabam por ter de o fazer várias vezes ao dia. Contudo, isso não significa que não se cometam erros. De acordo com a Cuf, é importante perceber como deve mudar a fralda corretamente, de forma a manter a pele do bebé saudável.

Sublinhamos que a leitura deste artigo não dispensa as consultas e recomendações dos profissionais de saúde.


Assaduras

Segundo o Hospital da Luz, o eritema das fraldas, dermatite de contacto ou assadura, é o aspeto avermelhado e irritado na região coberta pelas fraldas.


As assaduras podem ocorrer:

— Se o bebé tiver uma pele muito sensível;
— Quando a fralda húmida permanece em contato com a pele por muito tempo;
— Em caso de diarreia pelos agentes digestivos na dejeção;
— Devido a uma reação alérgica aos produtos sintéticos que compõem a fralda;
— Quando o bebé está a fazer antibióticos;
— Candidíase.


Mudar a fralda do bebé

Para evitar as assaduras da pele do bebé, é importante que a fralda seja mudada com frequência. A utilização de um creme ajuda também a proteger melhor a pele.


5 passos para mudar a fralda:

1. Limpe a pele do bebé em cada muda de fralda, através de um disco de algodão e água de limpeza. Se a pele estiver muito irritada, opte por água morna, pois será menos doloroso para o bebé.
A utilização de toalhitas pode secar a pele do bebé, por isso, caso pretenda utilizá-las, tenha preferência pelas toalhitas sem álcool.

2. Certifique-se que a pele do bebé fica seca antes de colocar uma nova fralda.

3. Utilize um creme com vitamina A e óxido de zinco. Lembre-se que deve removê-lo em cada muda de fralda e voltar a aplicar.

4. Ao colocar a fralda, não a aperte demasiado, pois, além de ser desconfortável para o bebé, também não favorece a circulação de ar dentro da fralda.
Caso a pele fique muito irritada, deixe o bebé sem fralda durante curtos períodos de tempo, para que a pele fique exposta ao ar e acelere o processo de regeneração.

5. Após ter mudado a fralda, lave as suas mãos e as do bebé, caso seja necessário.

Se a dermatite da fralda se mantiver por mais de três dias e a pele estiver muito irritada, deverá pedir aconselhamento médico e entrar em contato com o seu pediatra.
 


Acompanhe as redes da BabyLoop para conteúdo adicional!