Médica Pediatra
Erupção dentária e higiene oral
March 25, 2020
Crianças a olhar pela janela
Ideias para explicar o coronavírus às crianças
March 30, 2020

COVID-19: O que deve saber

Criança em quarentena
 
Nesta altura de pandemia, é normal que até mesmo os próprios pais tenham dúvidas e não saibam como agir. Nesse sentido, enumeramos alguns tópicos que deve ter em conta, de forma a lidar com a situação o melhor possível, protegendo-se a si, ao(s) seu(s) filho(s) e aos que estão ao seu redor.


Novo Coronavírus vs Gripe

O novo coronavírus (COVID-19) pode não dar qualquer tipo de sintomas ou sintomas ligeiros nas crianças, parecidos aos de uma constipação ou gripe. Febre, tosse e dificuldades em respirar podem ser alguns dos sintomas que as crianças podem ter, assim como dores no corpo, cansaço e dores de garganta. Por ser tão semelhante a uma gripe normal, não existe forma de distinguir o COVID-19 de uma gripe ou constipação, exceto quando se faz o teste específico para esta doença.


Grupo de risco

Apesar de as crianças serem menos afetadas com este vírus, isso não significa que não sejam de um grupo de risco. As crianças pertencem a um grupo de risco, essencialmente porque podem afetar as pessoas mais velhas, principalmente os avós. Isto deve-se ao facto de poderem transmitir a doença, através de gotículas, mesmo que não tenham sintomas da mesma.


Como explicar às crianças?

Explicar o COVID-19 aos mais novos, pode ser uma tarefa difícil tendo em conta a sua idade. Apesar de algumas crianças serem demasiado novas para perceberem o que se está a passar, não vão entender o porquê de não poderem sair à rua para brincar, por exemplo. Caso isso aconteça, é importante falar com elas e tentar explicar-lhes o porquê de terem de ficar em casa.

A melhor forma de explicar à criança o que se está a passar é utilizar palavras adaptadas à sua idade, com informação simples e clara. É importante confirmar que ela está a compreender o que lhe está a tentar explicar. Se for preciso, explique-lhe várias vezes, dando-lhe também a oportunidade de expressar os seus sentimentos e receios. Transmita-lhe confiança, referindo que os pais e as entidades de saúde estão a trabalhar para a saúde e segurança de todos. Evite a sua exposição às notícias, a má compreensão da criança pode deixá-la mais ansiosa, pelo que é preferível que ela receba a informação de um adulto.
 
 

Acompanhe ainda as redes sociais da BabyLoop para conteúdo adicional!